quinta-feira, 28 de julho de 2011

Ibope diz que 55% dos brasileiros são contrários ao casamento gay

O Ibope apresentou os dados de uma pesquisa feita para aferir a opinião dos brasileiros sobre o casamento entre homossexuais. Ainda que sejam sempre questionáveis, as estatísticas se revelam bastante interessantes, mostrando uma rejeição maior entre os homens (63%) e os que têm mais de 50 anos de idade (73%). Por outro lado, há uma aprovação de 60% entre os mais jovens, na faixa de 16 a 24 anos de idade, o que pode indicar que a legalização do casamento gay é só uma questão de tempo. Curiosamente, católicos e ateus estão divididos meio a meio, com uma maior aprovação dos espíritas e religiões não cristãs (60%), e gigantesca maioria de contrários (77%) entre os evangélicos, conforme a notícia do Terra abaixo:

Ibope: 55% dos brasileiros são contra união civil gay

A decisão do Superior Tribunal Federal (STF) em autorizar a união estável para casais do mesmo sexo não conta com o respaldo da maioria da população brasileira, conforme revela estudo do Ibope Inteligência: 55% dos brasileiros se revelaram contrários à mudança. Mas o tema divide a população: 52% das mulheres são a favor e 63% dos homens são contra. As opiniões variam muito em função da religião, idade e escolaridade.

De maneira geral, a pesquisa identifica que as pessoas menos incomodadas com o tema são as mulheres, os mais jovens, os mais escolarizados e as classes mais abastadas. Regionalmente, a união civil homossexual encontra maior resistência nas regiões Norte, Centro-Oeste e Nordeste.

A pesquisa entrevistou pessoalmente 2 mil brasileiros de todas as regiões, seguindo as cotas de distribuição por idade, sexo e classe de consumo, entre 14 e 18 de julho. A margem de erro é de dois pontos porcentuais, para mais ou para menos.

Entre os jovens de 16 a 24 anos, 60% são favoráveis. Já os maiores de 50 anos são majoritariamente contrários (73%). Entre as pessoas com formação até a 4ª série do ensino fundamental, 68% são contrários. Na parcela da população com nível superior, apenas 40% não são favoráveis à medida. Territorialmente, as regiões Nordeste e Norte/Centro-Oeste dividem a mesma opinião: 60% são contra. No Sul, 54% das pessoas são contra e, no Sudeste, o índice cai para 51%.

O quesito que mais divide a opinião dos brasileiros é a religião. Entre os católicos (50% a 50%) e entre os 12% de ateus/agnósticos (51% de apoio) há um racha de iguais proporções. Entre espíritas e adeptos de outras religiões não cristãs, o apoio ao casamento de pessoas do mesmo sexo chega a 60%. Quem desequilibra as opiniões são os evangélicos/protestantes: 77% são contra a iniciativa do STF.

Um comentário:

  1. Vamos ler as entrelinhas da "pesquisa" e suas conclusões (sic):

    "52% das mulheres são a favor e 63% dos homens são contra" = ser contra a união civil homossexual é resultado de uma sociedade machista/homofóbica.

    "as pessoas menos incomodadas com o tema são as mulheres, os mais jovens, os mais escolarizados e as classes mais abastadas" = ser contra a união civil homossexual é uma questão de gente ignorante, pobre e velha.

    "Entre os jovens de 16 a 24 anos, 60% são favoráveis. Já os maiores de 50 anos são majoritariamente contrários (73%)" = a união civil homossexual representa os novos valores da pós-modernidade". Quem é contra é porque vive no passado.

    "Entre as pessoas com formação até a 4ª série do ensino fundamental, 68% são contrários. Na parcela da população com nível superior, apenas 40% não são favoráveis à medida." = "apenas 40%"? Que número ínfimo, não? Novamente, ser contra a união civil homossexual é sinônimo de ignorância.

    Acho que nem vale a pena falar sobre o resto dessa pesquisa tendenciosa. Interessante é que só existe o "normal" (o que aceita) e o "pré-conceito" (do que não aceita, porque não conhece). Pós-conceito ou conceito formado não existe...

    Porque parece que valores são necessariamente vinculados a história (uma construção humana, nunca um valor dado), nunca a algo maior que isso. Parece que neste universo infinito só existe o homem, pelo homem, para o homem e dado pelo homem.

    É por isso que não acredito em pesquisas e estatísticas.

    Pr. Leandro Dorneles

    ResponderExcluir

Obrigado por visitar O Contorno da Sombra!
A sua opinião é bem-vinda. Comentários anônimos serão aprovados desde que não apelem para palavras chulas ou calúnias contra quem quer que seja.
Se você ainda não fez isso, sugerimos que você se cadastre no IntenseDebate (http://intensedebate.com/), que é a melhor plataforma para opinar em blogs, fóruns e sites.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails