domingo, 29 de janeiro de 2012

Dawkins não quer templo ateu mas topa ser papa



Explodiu como uma bomba criacionista no meio ateu a notícia divulgada aqui no blog de que o filósofo suíço Alain de Botton está gastando os tubos no projeto de construção de um templo ateu em Londres, capital do Reino Unido, que seria o primeiro de várias catedrais ateias espalhadas pelas cidades mais importantes do planeta. O jornal australiano The Sidney Morning Herald informa que que o militante ateu britânico Richard Dawkins não ficou nem um pouco contente com o plano do seu colega suíço, principalmente porque Alain de Botton criticou aquilo que ele chama de "abordagem agressiva e destrutiva" de Dawkins. Veja, amigo ateu, não são só os religiosos que consideram Dawkins "agressivo" e "destrutivo". O militante britânico, que parece gostar do papel de "papa ateu" nas horas vagas, decidindo o que é certo e errado na sua seara (e na dos outros também), replicou que considera a ideia de um templo ateísta como uma contradição em termos, além de criticar o dinheiro - a seu ver - "desperdiçado" no projeto: "Ateus não precisam de templos [...] eu acho que há coisas melhores onde se gastar essa soma de dinheiro. Se você quiser gastar dinheiro com o ateísmo, você poderia melhorar a educação secular e construir escolas não-confessionais nas quais se ensine o pensamento crítico, cético e racional". Pelo menos a controvérsia serviu para o sumidão Dawkins voltar a aparecer na mídia de outra maneira que não mediante os epítetos de "fujão" e "covarde" por se recusar terminantemente a debater com o apologeta cristão William L. Craig (conheça mais essa polêmica clicando aqui).




2 comentários:

  1. Se Dawkins considerasse a si mesmo como um papa, não perderia tempo justificando o seu ponto de vista. Em vez disso, diria "as coisas são assim e ponto", como costuma fazer o papa. Também não me lembro de ter visto o Dawkins afirmar que seu ponto de vista é infalível ou que não pode ser debatido.

    Eu concordo que ele é excessivamente agressivo com as religiões, assim como Hitchens era, e eu discordo de ambos neste ponto. Raiva não leva a nada. Mas, por outro lado, ainda não vi ele agredindo ou desrespeitando pessoas.

    ResponderExcluir
  2. Não gosto da ideia de templos ateus, sou ateu unicamente pela racionalidade e pela lógica. Um templo, ou mais de um, é pregar moral de cueca. Mas ainda assim penso que Dawkins ou quem assumisse tal templo não perseguiria ou mataria como a igreja católica fez.

    ResponderExcluir

Obrigado por visitar O Contorno da Sombra!
A sua opinião é bem-vinda. Comentários anônimos serão aprovados desde que não apelem para palavras chulas ou calúnias contra quem quer que seja.
Se você ainda não fez isso, sugerimos que você se cadastre no IntenseDebate (http://intensedebate.com/), que é a melhor plataforma para opinar em blogs, fóruns e sites.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails