terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Coreia do Norte não quer ver árvores de Natal no lado Sul da fronteira

Parece que a cruzada dos militantes ateus contra os símbolos religiosos ganhou um aliado inusitado e um tanto quanto indesejável: a Coreia do Norte. O país, uma das últimas ditaduras comunistas do mundo, dirigido com mão de ferro por Kim Jong-Il, que decide o destino de cerca de 24 milhões de norte-coreanos, está irritadíssimo com a colocação de várias árvores de Natal do lado da Coreia do Sul ao longo da (literalmente) minada fronteira entre os dois países, tecnicamente em guerra desde 1953, quando - no auge da Guerra Fria - foi assinado o cessar-fogo entre o Sul, o Norte e as potências aliadas a cada um deles. Não está claro se se trata de uma iniciativa governamental, embora deva haver, digamos, um "dedo" oficial da Coreia do Sul ao permitir que três árvores de natal - na forma de torres de metal estilizadas - fossem montadas ao longo da explosiva fronteira, programadas para serem iluminadas a partir do próximo dia 23 de dezembro, e assim ficarão por 15 dias. A Coreia do Norte já tratou de protestar, dizendo que se trata de "propaganda", uma "guerra psicológica" que poderá trazer consequências imprevisíveis para a relação entre os dois países. Por via das dúvidas, a contraparte do Sul já garantiu reforço militar às "árvores", enquanto se especula que outros grupos sul-coreanos estão armando - em ritmo de urgência - novos aparatos natalinos para serem montados em outras áreas da fronteira. Quem diria que uma árvore de natal poderia ser o estopim de uma guerra? Esperamos (e oramos) mesmo que seja um sinal de paz!

Fonte: Lighting



Um comentário:

  1. O militantes ateus Dawkins, Dennett, Harris, Hitchens bem que poderiam manifestar um apoio ao seu irmão ateu Kim Jong II.

    Afinal de contas o problema deles não é somente com Deus, e sim com a religião em si...

    ResponderExcluir

Obrigado por visitar O Contorno da Sombra!
A sua opinião é bem-vinda. Comentários anônimos serão aprovados desde que não apelem para palavras chulas ou calúnias contra quem quer que seja.
Se você ainda não fez isso, sugerimos que você se cadastre no IntenseDebate (http://intensedebate.com/), que é a melhor plataforma para opinar em blogs, fóruns e sites.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails