segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Jesus faixa preta

A notícia é do Extra:

Projeto evangélico ensina jiu-jítsu para adolescentes

Tatames no chão e jovens lutadores trajando kimonos e prontos para treinar jiu-jítsu. A rotina seria normal em qualquer academia ou centro de artes marciais. Mas a certeza de que não se trata de um espaço convencional chega quando dezenas de adolescentes bradam o grito de guerra: “Um, dois, três! Faixa Preta de Jesus!”.

A cena ocorre diariamente num dos espaços do projeto Faixa Preta de Jesus, em Nova Iguaçu. Só na cidade, 60 jovens participam da iniciativa, que existe há dois anos. O projeto também é realizado em Nilópolis, Bento Ribeiro, Campo Grande, Recreio, Cachoeiras de Macacu e Valença, sempre em espaços cedidos pela Igreja do Nazareno. Ao todo, são 1.600 jovens atendidos.

Para o fundador do projeto, Ricardo Cavalcante, a disciplina para o esporte se relaciona com a evangélica.

— Para lutar jiu-jítsu, é preciso estar bem com tudo na vida, inclusive no plano espiritual.

A religião, segundo Ricardo, foi a origem do projeto. Ele conta que o próprio nome “Faixa Preta de Jesus” surgiu a partir de um sonho.

— Eu ganhei esse projeto de Deus. Sonhei com o nome “Faixa Preta de Jesus”. Depois sonhei com uma pessoa amarrando uma faixa com as mãos furadas — revela Ricardo, que garante que o projeto, apesar de ser religioso, beneficia a todos.

Ex-viciado em drogas, o professor de jiu-jítsu, Maicon Martins da Silva, de 18 anos, viu no projeto a chance de reconstruir a vida.

— Minha namorada me apresentou ao projeto que acontecia na quadra. Só mudou minha vida porque uniu a luta com Jesus.

Duas horas depois do treino, os alunos se reunem, ajoelham e começa o momento de oração. Em vez do pastor, quem dirige a cerimônia é Raphael Soares, de 35 anos, o “Pregador do Tatame”. Para Raphael, o momento é fundamental para trabalhar o comportamento das crianças do projeto.

— Fo sobre orar pelo outro, amar o próximo e digo que a guerra não é no tatame, mas aqui fora revela o também psicanalista Raphael.


Um comentário:

  1. Aqui em São João de Meriti tbm tem essa parada, não sei se é da mesma denominação.
    Cheguei a pensar em participar tbm. Se fosse só gritar "Um, dois, três, Faixa Preta de Jesus!" eu faria e foda-se, melhor q pagar 50 mangos. Mas orar, aí é foda, fica difícil, mas pra mim do q pra pra enganá-los.

    ResponderExcluir

Obrigado por visitar O Contorno da Sombra!
A sua opinião é bem-vinda. Comentários anônimos serão aprovados desde que não apelem para palavras chulas ou calúnias contra quem quer que seja.
Se você ainda não fez isso, sugerimos que você se cadastre no IntenseDebate (http://intensedebate.com/), que é a melhor plataforma para opinar em blogs, fóruns e sites.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails